foto3.jpg

TELEFONE

238 953 255


Em caso de EMERGÊNCIA ligue:

112


Em caso de INTOXICAÇÕES ligue:

808 250 143


Em caso de INCÊNDIO FLORESTAL ligue:

117

AJUDE-NOS

Faça o seu donativo!

Conta Quartel:

NIB: 0045 4081 4018 7006 993 78:

IBAN: PT50 0045 4081 4018 7006 9937 8:

Viagem de autocarro mortal
Quinta, 17 Dezembro 2009 18:02

Mal tinha começado a viagem que terminou de forma trágica, ontem de madrugada, em Vieira do Minho, quando um autocarro se despistou e capotou, provocando dois mortos e 11 feridos, entre motorista e passageiros.
O destino do autocarro era Portalegre e transportava familiares de militares da GNR que ontem tiveram a sua cerimónia de compromisso de honra, que marca o final da formação inicial para quem ingressa na GNR.

As duas vítimas mortais - mãe, de 46 anos, e filho, de 16 - eram a mãe e irmão de um dos militares da GNR que ontem deveria 'jurar' compromisso, em Portalegre.
Os dois seguiam no autocarro juntamente com mais de uma dezena e meia de passageiros, incluindo o motorista, todos de Vieira do Minho, familiares ou amigos daquele e de outros militares da GNR que iam participar na cerimónia em Portalegre.

O autocarro acabou por capotar na Estrada Nacional (E.N.) 304, que liga a sede do concelho de Vieira do Minho à E.N. 103, nas Cerdeirinhas.
Nevava na altura do acidente, mas o gelo acumulado n a estrada é a causa mais provável do acidente que ocorreu pelas 04h15 de ontem.
Dos 11 feridos, 10 foram transportados ao Hospital de S. Marcos, em Braga, e um foi assistido no centro de saúde local.

Os Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho foram alertados às 04h20 e mobilizaram para o local quatro ambulâncias, uma viatura de desencarceramento e uma viatura do comando, contando com o apoio de mais duas ambulâncias dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso, outra do INEM e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Braga.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, António Macedo, referiu que os feridos saíram, quase todos pelo próprio pé.
Mais difícil foi o resgate dos dois cadáveres, apontou António Macedo.
A GNR de Vieira do Minho acompanhou todas as operações a EN 304 foi reaberta ao início da manhã.
O Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação do Destacamento de Trânsito do Comando Territorial de Braga da GNR investiga o acidente.

 

Correio do Minho

 

Estação Meteorológica de Loriga

Alista-te...